cart down eye facebook filter heart info-bars info-card info-package info-truck instagram mail next orders previous search telephone twitter user close
05/03/2020

Quando visitar o bebê recém-nascido e o que fazer?

Por mais que muitas pessoas evitem discutir o assunto, saber o melhor momento de visitar o bebê recém-nascido é, sempre, um tema importante. Tanto para quem vai quanto para os anfitriões da visita.

O que fazer nesses momentos tão felizes – mas também cheios de delicadas novidades –, também é uma dúvida importante.

Como nossa preocupação é o bem-estar de mamães e bebês, o blog da Goodi traz aqui algumas impressões, que podem até ser chamadas de “regras de etiqueta” quando o assunto é visitar o bebê recém-nascido.

Qual o melhor momento para visitar o bebê

Vamos começar pelo item central – que costuma ser motivo de discussão. Qual o momento ideal para visitar o bebê recém-nascido?

O correto é fazer a visita na maternidade, que é onde os pequeninos ficam nos primeiros dias ou já na casa, quando estiverem acomodados nessa nova etapa?

A resposta certa é: não existe uma regra ou resposta definitiva para essa pergunta.

Isso é algo muito pessoal e que está relacionado à proximidade das pessoas da família. Por exemplo, é mais comum esperar que parentes mais próximos como pais e irmãos tenham esse contato antes que familiares mais distantes.

A questão da maternidade é interessante: algumas famílias até preferem que essas visitas sejam feitas no ambiente hospitalar, tendo em vista, muitas vezes, a estrutura que o local oferece para receber as pessoas, além do suporte da equipe de enfermagem nas rotinas do bebê.

Um fator é importante: no caso de amigos e família em geral, quando a criança já está em casa, se acostumando com seu novo lar, é fundamental comunicar a antes sobre o interesse da visita.

Esse tipo de ligação ou mensagem é fundamental para que os pais se preparem e, também, informem o melhor momento de acordo com os costumes do pequenino – hora do soninho, momentos das cólicas etc.

O que fazer nas visitas

Selecionamos aqui alguns pontos, que podem parecer um tanto óbvios, mas que devem ser seguidos pelos visitantes.

Não vá visitar o bebê recém-nascido se estiver doente, gripado ou desconfiado que não está bem.

As crianças ainda estão sem vacinas e o sistema imunológico não deve entrar em contato com esses vírus e bactérias.

Ao visitar uma criança tão pequena, é importante, também, pensar em algumas situações como, por exemplo, não levar outras crianças, que possam causar agitação e, por carinho, até mesmo querer interagir com o bebê. São casos que podem causar momentos mais apreensivos e, às vezes, acordar o recém-nascido com o barulho.

Evite beijos no rosto e nas mãos – e, aliás, por falar nisso, lave bem as mãos, sempre!

Sugestão de presente!

E, se na hora de visitar o recém-nascido, você quiser impressionar com um mimo que pode agradar tanto a mamãe quanto o bebê, que tal oferecer a eles um dos colares mordedores, que misturam estilo e funcionalidade.

Um pouco mais para frente, quando os dentes começarem a aparecer nas gengivas dos pequenos, começa uma fase de irritação, coceira e manha. Nessas horas, os mordedores passam a ser acessórios importantes para proporcionar conforto e acalmar os bebês.

A Goodi trabalha uma linha de colares mordedores que são joias feitas em silicone com toda a preocupação para a segurança dos bebês, a partir dos 3 meses de idade. Conheça os modelos disponíveis clicando aqui.